O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

notas diversas de interesse


Estado da Palestina divide Europa

Israel, Lebanon and the Fight for Fossil Fuels

'Netanyahu, a birthday present for Gilad - his life back'

Hezbollah’s indictment

Syrian unrest raises fears about chemical arsenal

Newsletter Conib - 29-08-11

1. Sete pessoas ficam feridas em ataque palestino em Tel Aviv


 Leia mais em:
Barak: We won't let terror attacks affect our daily lives
Terror attack in Tel Aviv leaves eight wounded

2. Israel e Egito reforçam a segurança na fronteira


3. Tríplice Fronteira gerou atrito com EUA

Nas semanas seguintes aos atentados de 11 de setembro de 2001, o Brasil reagiu, em uma reunião cercada de sigilo, à posição norte-americana de apontar a região da Tríplice Fronteira (Brasil, Argentina e Paraguai) como um foco de grupos terroristas. É o que revelam os telegramas confidenciais inéditos produzidos pelo Itamaraty e liberados à consulta após um pedido da Folha. O recado ao governo de George W. Bush foi dado pelo então ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), vinculado à Presidência, general Alberto Mendes Cardoso. Ele se reuniu em Washington com funcionários da CIA, a agência central de inteligência dos EUA, e com o embaixador Francis Taylor, então coordenador de contraterrorismo do Departamento de Estado. No encontro, Cardoso ressaltou "a necessidade de não 'satanizar' a região da Tríplice Fronteira, acusando-a, sem indícios, de ser uma área de terrorismo" (Por Fernanda Odilla e Rubens Valente, Folha de S.Paulo).

4. EUA pediram ajuda ao Brasil para impedir entrada da Palestina na OMS




5. Palestinos já preparam cadeira para entrar na ONU

6. “Jogo de culpa no Oriente Médio”



sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Concurso oferece viagem para Israel

Pelo terceiro ano consecutivo na América Latina, e pela segunda vez no Brasil, o Ministério das Relações Exteriores de Israel está organizando o concurso “Conheça Israel”, que vai premiar estudantes universitários e de pós-graduação, com idade entre 18 e 35 anos, de toda a América Latina e no Caribe, com viagens para Israel com todas as despesas pagas e participação no “Encontro de Estudantes Universitários”. O tema deste ano é “Israel Verde – Agricultura e Meio Ambiente”. A iniciativa conta com o apoio do Keren Kayemet LeYisrael. As inscrições estarão abertas até o dia 28 de agosto.http://www.conozca-israel.info/br/

Terroristas matam professoras em Israel

Terroristas matam professoras em Israel

flora e shula.jpg

Flora Gez e Shula Karlinsky eram professoras na cidade israelense de Kfar Saba e iam ontem com seus maridos passar o fim de semana no balneário de Eilat. No meio do caminho, o ônibus em que estavam foi emboscado por terroristas palestinos e os quatro foram mortos. "Eles atiraram à queima-roupa e se certificaram de que as vítimas estavam mortas antes de ir embora", contou o cunhado, que sobreviveu ao ataque. 

- Veja a notícia completa aqui: http://bit.ly/flora_shula
- Participe da discussão aqui: http://on.fb.me/njtyCG


Israel na Web

Newsletter Conib - 19-08-11

Conib destaca
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. Militantes se infiltram em Israel pelo Egito e matam 8 em onda de ataques
Israel sofreu ontem o mais violento ataque ao seu território em três anos. Militantes entraram pela fronteira egípcia, cerca de 20 quilômetros ao norte do balneário de Eilat, e dispararam com fuzis e foguetes contra um ônibus e dois carros de passeio. Atiradores e soldados ainda trocaram tiros na fronteira. Ao todo, 8 israelense morreram, além de 7 supostos militantes - 20 civis ficaram feridos. Em outro incidente, à noite, autoridades do Cairo informaram que três guardas de fronteira foram mortos em ataque aéreo israelense. A sequência de ataques e o tiroteio entre militantes e soldados de Israel durou mais de oito horas. Em resposta, caças israelenses bombardearam Rafah, no sul da Faixa de Gaza, deixando pelo menos seis palestinos mortos (O Estado de S.Paulo).
10 rockets strike Israel day after coordinated terror attacks kill 8

2. Embaixada divulga nota

3. 'Agressores pagarão caro', diz Netanyahu

Netanyahu: We will respond firmly when Israelis are hurt
Netanyahu: We respond immediately and powerfully to attacks

4. ''EUA e Israel estão unidos contra o terror'', diz Hillary
 EUA pedem reforço da segurança no Sinai após ataques em Israel

5. “Ataques mostram que controle na região diminuiu”
 Depois de Gaza e Líbano, Sinai é a terceira frente de conflito de Israel; Golã será a quarta”

Comunicado à Imprensa da Embaixada de Israel sobre atentados terroristas

Sete pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas como consequência de uma série de atentados terroristas. Trata-se de um ataque indiscriminado do fundamentalismo islâmico contra civis inocentes, praticado por terroristas procedentes da Faixa de Gaza que chegaram a Israel através da Península do Sinai.
Em um incidente ocorrido por volta de meio-dia (hora de Israel), nove pessoas ficaram feridas logo após os terroristas abrirem foto contra um ônibus que estava próximo à fronteira entre Israel e Egito.
Em um segundo incidente, os terroristas dispararam mísseis antitanque contra veículos privados que transportavam civis.
Já em um terceiro episódio, uma bomba explodiu junto a uma patrulha da Força de Defesa de Israel (IDF), ferindo várias pessoas. Simultaneamente, foram registrados disparos de morteiros que partiram da Faixa de Gaza contra Israel.
Estes atentados demonstram uma importante escalada do terrorismo contra Israel. Não é a primeira vez que células terroristas apelam a este recurso para atentar contra o país. Israel se pronuncia contra este ataque inaceitável à sua soberania e está disposto a responder a esta situação para defender seus cidadãos.

domingo, 14 de agosto de 2011

Votação pelo Estado palestino na ONU - Perguntas & Respostas

Tendo em vista a aproximação da data da reunião da Assembléia Geral da ONU, em setembro, o projeto Israel na Web elaborou um material explicativo no formato Perguntas & Respostas sobre a possível votação pela criação do Estado palestino.
 
 
Seguem abaixo os links. 


Esperamos que lhes seja útil.
Renato Aizenman
Projeto Israel na Web - Coordenador

Mais de 70 mil pedem justiça social em Israel


http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=1951755


Mais de 70 mil pessoas protestaram em diversas cidades da periferia de Israel para pedir justiça social no país, no quarto sábado consecutivo de manifestações contra o aumento do custo de vida.
foto MENAHEM KAHANA/AFP
Mais de 70 mil pedem justiça social em Israel
Centenas de manifestantes na cidade de Beersheva
A maior concentração teve lugar em Haifa, a terceira cidade de Israel, e no total foram 12 as cidades que receberam protestos.
"Nestas cidades, as pessoas têm condições de vida ainda mais difíceis do que no centro, na região de Telavive, e por isso é essencial manifestar a solidariedade do movimento com a população destas localidades", afirmou, na sexta-feira, Stav Shafir, uma das líderes do movimento de contestação, em declarações à agência noticiosa francesa AFP.
A minoria árabe participou pela primeira vez nos protestos no país, embora de forma discreta, com manifestações em alguns pontos específicos, de acordo com a agência EFE.
O presidente do sindicato de estudantes da Universidade de Ben-Gurion, que participou nos protestos, declarou que o governo de Benjamin Netanyahu não é "o único responsável pela situação" no país, mas ressalvou que é o executivo que terá que "encontrar soluções".
"Amamos este Estado, mas queremos viver no nosso país com dignidade", disse, citado pela EFE, ao jornal "Yedioth Ahronoth".

Duzentos mil manifestantes em Telaviv contra injustiças sociais


2011-08-06

Duzentas mil pessoas concentraram-se este sábado no centro de Telavive, segundo a comunicação social israelita, para mais uma manifestação contra as injustiças sociais e o custo de vida que poderá servir de teste para a continuação da contestação.
foto David Buimovich/ARP
Duzentos mil manifestantes em Telaviv contra injustiças sociais
Manifestantes tentam forçar governo a aprovar medidas de justiça social
Os organizadores do movimento cívico de contestação declararam esperar reunir "uma massa crítica" de mais do que esse número de manifestantes para obrigar o Governo de direita a ceder às suas reivindicações de "justiça social".
Eles reclamam medidas como a construção maciça de casas destinadas a ser arrendadas a preços baixos, o aumento do salário mínimo, a taxação dos apartamentos desocupados e escola gratuita para qualquer idade.
Estava previsto que a manifestação, autorizada pela polícia, partisse às 21 horas (19 horas de Lisboa) da Praça do Teatro (Habima) em direção à avenida Rothschild, onde mais de cem pessoas estão acampadas, em protesto, há três semanas. O percurso deverá terminar em frente à sede do Ministério da Defesa e outros departamentos governamentais.
Em Jerusalém, um milhar de manifestantes reuniu-se no centro da cidade, antes de desfilar em direção à residência oficial do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu.
Criado em meados de Julho contra o aumento desenfreado do preço da habitação, o movimento, que agrupa cerca de 40 organizações sociais e mobiliza sobretudo a classe média, contesta agora a política de privatizações dos diversos governos que se sucederam em Israel desde há várias décadas e condena a degradação do serviço público.

USP oferece curso sobre a sociedade israelense contemporânea



Morre em Israel defensor dos sobreviventes do Holocausto


Noach Flug, defensor dos sobreviventes do Holocausto que buscou reparação dos governos pelos crimes cometidos durante a Segunda Guerra, morreu na manhã desta quinta-feira no hospital Shaare Zedek, em Jerusalém, segundo informou o Centro de Organizações de Sobreviventes do Holocausto, em Israel. Ele tinha 86 anos. Flug "trabalhou dia e noite em Israel e ao redor do mundo para o bem de seus colegas sobreviventes", afirmou o porta-voz do centro, Uri Arazi. Nascido na Polônia em 1925, Flug foi deportado, em agosto de 1944, do gueto de Lodz, onde era membro do movimento clandestino antinazista, para o campo de concentração Auschwitz. Quase toda sua família morreu no campo de concentração, mas ele conseguiu sobreviver a Auschwitz e a outros dois campos. Em 1958, ele emigrou para Israel e lá trabalhou como economista e diplomata (AP).

Conib promove debate sobre a imagem do judeu no Brasil em evento inédito



A Confederação Israelita do Brasil (Conib) promove encontro com a presença de renomados jornalistas, artistas e formadores de opinião para discutir as diferentes imagens sobre o judaísmo, Israel e um tema geopolítico em alta no noticiário: a votação na ONU, em setembro, por um Estado palestino. O evento será realizado na Hebraica de São Paulo no dia 28 de agosto, domingo, a partir das 11h. O encontro, intitulado “Desatando nós: imagens e visões sobre o judaísmo no Brasil”, discutirá também a imagem do judeu na mídia e na sociedade e formas de atuação da comunidade judaica na internet, nas redes sociais e na mídia tradicional. A iniciativa é uma parceria da Conib com a Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp) e A Hebraica de São Paulo e contará com a participação, entre outros, do cronista e autor de novelas Walcyr Carrasco; da atriz Ana Lúcia Torre (a iídiche mame da novela “Caras e Bocas”, da Rede Globo), do economista Gustavo Ioschpe; dos jornalistas David Tabacof, correspondente da revista Shalom em Israel; Marcos Guterman, editor de primeira página de O Estado de S. Paulo; e Carlos Brickmann, especialista em gerenciamento de crises. Haverá também oficina de Twitter, com o físico José Luiz Goldfarb (Conib).

Turismo em Israel - Caderno Viagem do Estadão

O caderno "Viagem", do “Estadão”, publicou ampla reportagem sobre Israel. A matéria “Além do Sagrado” destacou: “Destino religioso emblemático, o país mostra-se igualmente extraordinário para viajantes sem fé”. Tel-Aviv, particularmente, foi um dos locais que mais impressionou o repórter Leandro Quintanilha: “a cidade tem mais bares do que sinagogas”. Sua visita a Jerusalém apontou não apenas os aspectos religiosos, a riqueza histórica, cultural e a beleza da capital de Israel. Visitas ao Museu Yad Vashem (Museu do Holocausto), ao Museu de Israel, à Cidade Velha e ao Nachalat Schiva (bairro boêmio) impressionaram o jornalista: “Ir a Israel e não conhecer essa cidade de mais de seis mil anos não &eacut e; falta de fé, mas de bom senso”. O Mar Morto também foi valorizado como principal ponto turístico não religioso. A matéria ainda traz diversas dicas para aqueles que escolherem Israel como próximo destino de viagem. Leia a reportagem completa: acesse este link.

“O menor apê de Israel”

 

Oito metros quadrados. Esse é o tamanho do menor apartamento de Israel, que fica na Rua Tchernikovsky número 10, no centro de Tel Aviv. A minúscula quitinete – do tamanho de um quarto médio num apartamento de tamanho mais normal – foi colocada à venda esta semana por um preço astronômico: 290 mil shekels (R$ 132 mil). Isso quer dizer que o metro quadrado do maravilhoso imóvel – onde mal entra um sofá e uma mesa – custa a bagatela de pouco mais de 36 mil shekels (cerca de R$ 17 mil). Por essa lógica, um apartamento de 100 metros quadrados em Tel Aviv custaria 3,6 milhões de shekels (R$ 1,7 milhão). Na verdade, um imóvel desse tamanho pode ser comprado por “apenas” 2,5 milhões de shekels (R$ 1,2 milhão). O valor do mini “lar doce lar” chama a atenção principalmente porque Israel vive dias de protestos populares contra os altos preços dos aluguéis e da moradia. Milhares de pessoas estão acampando em duas dezenas de cidades pelo país contra a bolha imobiliária que transforma o sonho da casa própria em pesadelo (Por Daniela Kresch, O Globo). Leia mais em:
Mass social protests to take place in 11 Israeli cities on Saturday

Newsletter Conib - 12-08-11

Conib destaca
Sexta-feira, 12 de Agosto de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. “O Brasil e a Síria: mais uma vez, o Itamaraty mete os pés pelas mãos”


 
2. “Síria: perigo, inflamável”


3. “Impassíveis diante da carnificina”

Tendo em vista os fortes indícios de crimes contra a humanidade que pesam contra o governo de Bashar Assad, os quais, posivelmente incluem suas ações em Hama nos últimos dias, é frustrante que o Conselho de Segurança da ONU permaneça incapaz de reagir adequadamente à carnificina. A impotência do Conselho frente à violência cometida na Síria (a não ser quando diplomatas são atingidos) contrasta de maneira flagrante com as ações rápidas e decisivas tomadas no caso da Líbia. O que acontece na verdade é que o o Conselho está paralisado justamente em decorrência de sua resolução sobre a Líbia. Apesar da iniciativa por uma solução pacífica para a crise síria, até agora Brasil, Índia e África do Sul não estão exercendo a liderança que deles se espera. Enquanto a situação na Síria segue deteriorando, ainda não se sabe se os três continuarão a cerrar fileiras com a China e a Rússia ou se conseguirão, juntos ou individualmente, ser uma voz firme e independente dentro do Conselho, para defender no palco internacional os direitos que seus próprios cidadãos devem usufruir e os quais consideram universais (Por Salil Shetty – é secretário-geral da Anistia Internacional -, em artigo em O Globo). Leia mais em:
'Syrian forces kill eight protesters following prayers'

4. Brasil encabeça delegação que levou a Assad mensagem da ONU pedindo paz

5. EUA pedem que China, Rússia e Índia tomem medidas contra Síria


http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,eua-e-turquia-pedem-transicao-democratica-siria,757587,0.htm

6. Deputados brasileiros viajam à Líbia a convite de Gaddafi

 
7. EUA pedem que Israel e palestinos evitem medidas unilaterais



quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Novo verbete na Wikipédia: "Religião em Israel"

Projeto Israel na Web, dando sequência às suas ações para melhoria do conteúdo sobre Israel e judaísmo na Wikipédia, acaba de lançar o verbete "Religião em Israel" (http://pt.wikipedia.org/wiki/Religião_em_Israel).

Lá, os leitores poderão encontrar diversos textos, fotos e links úteis para uma melhor compreensão de como as religiões são tratadas em Israel. Entre outras informações, o verbete esclarece alguns pontos que, infelizmente, ainda são ignorados por grande parte dos brasileiros, tais como:

- O judaísmo não é a única religião de Israel. De fato, trata-se de uma país com uma rica diversidade religiosa, onde cada cidadão pode exercer sua fé livremente.
- Entre os judeus, a grande maioria (67%) se define como secular ou não-religiosa e apenas 33% como tradicionalistas, religiosos ou ortodoxos. 
- Muçulmanos compõem 20% da população do país, têm todos os seus direitos assegurados e representantes em posições de destaque em diversas áreas.

A Wikipédia é atualmente um dos cinco sites de maior popularidade no mundo e uma das principais fontes de consulta para estudantes, professores, jornalistas e demais profissionais.

Sugestão de ação: na próxima vez que algum conhecido demonstrar desconhecimento da realidade religiosa em Israel, indique este link a ele: http://pt.wikipedia.org/wiki/Religião_em_Israel

Newsletter Conib - 3-08-11

Conib destaca
Quarta-feira, 3 de Agosto de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. Brasil articula texto da ONU contra Síria
Primeiro texto da ONU para condenar repressão síria tem apoio do Brasil
Bashar Al-Assad ignora Conselho da ONU e intensifica a repressão em Hama

2. Hesitação do país é criticada por entidades de direitos humanos
ONG acusa governo brasileiro de impor ''lista de exigências''
Dissidentes sírios pedem a Obama que exija renúncia de Assad

3. “Para derrubar Assad, é preciso o apoio dos alauitas”


4. Embaixador israelense nega mudança de posição para negociações


PM would accept pre-’67 lines as baseline for talks
Palestinian Authority dismiss Israeli 'peace proposal'

5. Obama é realmente um grande amigo de Israel, diz Peres

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Newsletter Conib - 1-08-11

Conib destaca
Segunda-feira, 1º de Agosto de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. “Israel e palestinos lutam contra o tempo”


PM: Abbas determined to bring Palestinian state to UN vote

2. Brasil, África do Sul e Índia negociam envio de missão a Damasco


3. Repressão síria mata 140, dizem ativistas

UE aumenta sanções contra a Síria
Alemanha pede reunião do Conselho da ONU sobre a Síria

4. Irã avança para se tornar maior força militar do Golfo


Aiatolás miram Afeganistão e Egito
Kahlili: Iranian missiles could soon reach U.S. shores

5. Israel confirma tiroteio com soldados libaneses na fronteira

Roberto Carlos vai cantar em Israel


Roberto Carlos vai cantar em Israel em setembro
Veja o video: