O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Congresso Judaico Mundial em Jerusalem

                              O Presidente de Israel Shimon Peres, antes de sua palestra no Congresso
WJC Latin America em Jerusalem
Tony Blair e Jack Terpins
  

 
A presidente da AIC foi convidada pelo Congresso Judaico Mundial e pela CONIB para participar dos 75 anos do Congresso Judaico Mundial. Este teve lugar entre os dias 19 e 21 de junho em Jerusalem.

Newsletter Conib - 30-06-11

Conib destaca
Quinta-feira, 30 de Junho de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. Senado americano ameaça suspender ajuda a palestinos por voto na ONU


O Senado americano aprovou resolução advertindo os palestinos de que suspenderá a ajuda econômica, se a Autoridade Palestina (AP) insistir em levar adiante seus planos de propor o reconhecimento de seu Estado na assembléia-geral da ONU, em setembro. A resolução foi apresentada pelo senador democrata Ben Cardin e aprovada por unanimidade. Mas o líder palestino Nimer Hammad, assessor do presidente Mahmud Abbas, disse que a ameaça do senado americano não deterá os palestinos em sua determinação de buscar o reconhecimento de seu Estado na ONU (Aurora). Leia mais em:
U.S. Senate: Palestinians risking aid by seeking statehood vote

quinta-feira, 16 de junho de 2011

PALESTRA IDENTIDADE JUDAICA: PRESENTE, PASSADO E FUTURO, COM CELSO ZILBOVICIUS, DIA 15/06/11

Dando continuidade ao nosso Ciclo de Palestras na AIC, na 4ª feira, dia 15 de junho, às 19h:30,  recebemos em Fpolis, através do prof. Marco Peres da UFSC,  o palestrante CELSO ZILBOVICIUS que é Diretor Educacional da Marcha da Vida Universitários promovida pelo Fundo Comunitário de São Paulo.
Trabalha com educação judaica para adultos na CIP e na Comunidade Shalom em São  Paulo. Atua na Marcha da Vida Brasil desde 1992 e vem desenvolvendo atividades nas áreas de educação judaica e juventude há 30 anos. A apresentação foi ilustrada com um vídeo sobre o assunto. A AIC agradeçe!!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Newsletter Conib - 3-06-11

Conib destaca
Sexta-feira, 3 de Junho de 2011
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

1. 'Respeitamos o judaísmo como religião divina', diz embaixador do Irã no Brasil


"Não existe um conflito entre muçulmanos e judeus. Nós respeitamos o judaísmo como religião divina", argumentou o embaixador do Irã em Brasília, Mohsen Shaterzadeh em palestra na Faculdade de Relações Internacionais da FGV, em São Paulo. Em seguida, ele não demonstrou constrangimento ao justificar as polêmicas declarações do presidente Mahmoud Ahmadinejad, nem mediu suas críticas aos governos israelense e norte-americano. "Israel é um tumor cancerígeno no Oriente Médio. Os maiores crimes contra a humanidade foram criados em Israel", disse, referindo-se às denúncias de violação de direitos humanos nos territórios palestinos ocupados. A relação conflituosa entre persas e israelenses deteriorou-se ainda mais a partir de 2005, quando o presidente Ahmadinejad declarou que o Estado de Israel deveria ser "varrido do mapa", além de não reconhecer o Holocausto que vitimou seis milhões de judeus ao longo da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Em sua fala, que durou pouco mais de uma hora, Shaterzadeh argumentou que seu país não desaprova o judaísmo e não tem problemas com judeus (Por Daniella Cambaúva, Opera Mundi).

2. Representante da UE no Brasil defende reforma do Conselho de Segurança


Há duas semanas em Brasília, a nova representante da União Europeia (UE) no Brasil, a embaixadora Ana Paula Zacarias, defendeu a reforma do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Porém, a diplomata foi cautelosa para apoiar a candidatura do Brasil a uma vaga permanente em eventual mudança na atual estrutura do órgão. No entanto, ela disse que o Brasil tem condições para fazer campanha e tentar concretizar este desejo. “É preciso reformar o sistema dos organismos internacionais, isso vai além do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Há uma disposição da União Europeia favorável à mudança. Mas cabe a cada país opinar”, disse a embaixadora na sua primeira entrevista coletiva. Segundo Ana Paula Zacarias, o Brasil apresenta condições para defender sua candidatura a membro permanente do conselho. “O Brasil é um dos grandes atores internacionais do momento, defendendo os direitos humanos e o multilateralismo, isso deve ser valorizado” (Agência Brasil).