O que acontece na comunidade judaica de Santa Catarina passa por aqui. Ações, projetos, celebrações, cultura, espiritualidade e muito mais!

domingo, 24 de outubro de 2010

Participação das Chaverots da Wizo SC no evento da Wizo em Curitiba-

 
As chaverot Sabrine, Iéte e Gisele (presidente da Wizo SC) estiveram presentes e participando do Seminário Aviv Lapid em Curitiba realizado durante os dias 16-17 de outubro. Este evento contou  com a presença de 150 delegadas de diversos estados.
Na rica programação foram incluídos um Cabalat Shabat no Centro Israelita do Paraná-CIP, dirigido pelo jovem e dinâmico Rabino Pablo Berman.
Foi um seminário muito produtivo,  onde tiveram contato direto com as chaverot de inúmeros Centros WIZO do Brasil, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Rio Grande do Sul, Curitiba e Belo Horizonte.
A troca de experiências foi maravilhosa e enriquecedora, e durante o evento as chaverots da Wizo SC tiveram a oportunidade de expor o  trabalho que vem sendo desenvolvido, além de colocar as dificuldades enfrentadas.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Centenário do livro "Los gauchos judios"

 
La Sociedad de las Américas de Nueva York celebró el centenario de la publicación de "Los gauchos judíos", de Alberto Gerchunoff (1883-1950), un clásico de la literatura argentina publicado en 1910 y que describe la utopía agraria de los primeros colonos judíos que se asentaron en La Pampa.

Newsletter Conib - 18-10-10

Conib destaca
Segunda-feira, 18 de Outubro de 2010
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

Exposição sobre Hitler em Berlim


Veja a nota no NYT

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

A AIC presente na Convenção da Conib, que debaterá cenário político e ações comunitárias


No ano em que se comemoram os 200 anos de imigração judaica à Amazônia, a Confederação Israelita do Brasil (Conib) realizará no Estado do Amazonas sua convenção anual.
Em 19 e 20 de novembro, a cidade de Manaus sediará o encontro, que terá a presença de Giora Becher, embaixador de Israel no Brasil; Claudio Lottenberg, presidente da Conib, líderes comunitários de 14 Estados brasileiros, além de palestrantes como os jornalistas Caio Blinder e Carlos Brickmann e o economista Ivo Bucaresky.
Entre os temas em debate estão a política brasileira pós-eleições, as ameaças no Oriente Médio em 2011, a história dos judeus na Amazônia.
Aspectos da gestão comunitária, formação de novas lideranças, a interação da embaixada de Israel com a comunidade judaica e as novas ferramentas de comunicação da Conib também serão abordados.

A presidente da AIC, Julia S. Guivant, e o vice-presidente, Marcel Frajblat, estarão presentes no evento.


Mais posicionamentos sobre aborto: The intentional termination of a pregnancy -


Abortion is a highly emotive issue both within the Jewish and non-Jewish world, with opinions ranging from those favouring abortion on demand to those seeking a total ban on the grounds that it is nothing less than murder. The traditional Jewish response has been to oppose abortion in principle yet permit it in specific circumstances. This attitude derives from the biblical incident when two men who were fighting injure a pregnant woman: if the woman dies, they are liable to the death penalty; if just the foetus dies, then they are merely given a fine (Exodus 21:22-23).

Aborto na lei judaica- Rachel Biale

Neste segundo turno das eleições o tema do aborto passou a ser bastante central nos debates entre os candidatos.

Trata-se de um tema controverso no judaismo. Para contribuir nos esclarecimentos, colocamos aqui um texto que aborda o tema e que nos permitimos trazer do site da CJB.

Rachel Biale é a autora de Women and Jewish Law (Schocken Books,1984). Ela é assistente social em exercício em Berkeley, Califórnia.

A lei judaica ( halachá) não tem uma posição única e coerente em relação ao aborto. Ela apresenta uma série de opiniões centrais, as quais desenvolvidas até a sua conclusão lógica, levam a uma gama de possíveis decisões legais sobre o aborto e a contradições internas.

Seminario Internacional Brasil-Israel entre os dias 18-29 outubro em Brasilia

A cooperação de Israel com o mundo, as relações econômicas entre Israel e o Mercosul, a diplomacia na era digital, as ações de Israel pela paz, a cultura israelense na forma de música, cinema e fotografia. Estes são alguns dos ingredientes do “Seminário Internacional Brasil e Israel: Juntos pelo Progresso”, que a Embaixada de Israel e a Universidade Católica de Brasília vão realizar, de 18 a 29 de outubro, em Brasília.

Na abertura, dia 18, às 9 horas, o embaixador de Israel Giora Becher falará sobre o tema “Solução para a paz: Entendendo o Oriente Médio”, e exporá as ações do Estado judeu em busca de uma saída diplomática para os conflitos na região.

A Biblioteca Central da UCB recebe a exposição “Cenas de Tel Aviv”, que traz fotografias da arquitetura e do cotidiano da maior cidade israelense. Também serão exibidos filmes israelenses. No dia 21, às 11h30, haverá apresentação da cantora e guitarrista israelense Monica Manaker.

As atividades do seminário serão realizadas no Campus I da UCB, em Taquatinga. A participação é gratuita e aberta ao público.

Newsletter Conib - 15-10-10

Conib destaca
Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010
Por Celia Bensadon
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Boletim Informativo da Confederação Israelita do Brasil | 06/10/2010

Leia a seguir as noticias do Boletim da CONIB

Conib amplia ação na web com presença no Facebook e Twitter

Conib amplia ação na web com presença no Facebook e Twitter
Um dos destaques da nova estrutura de comunicação da Confederação Israelita do Brasil (Conib) é o uso de ferramentas da web 2.0. A presença da entidade nas redes sociais busca proporcionar maior visibilidade e transparência às atividades comunitárias, e combater a intolerância, a desinformação, o antissemitismo e o antissionismo na web. 
No Facebook, a Conib procura destacar o conteúdo de seu novo site, sobretudo blog e vídeos. Conheça nossa página institucional.
No Twitter, são postadas informações sobre eventos comunitários, pensamentos judaicos, tecnologia made in Israel, temas jovens. Siga-nos no Twitter.
 

Newsletter Conib - 8-10-10

Conib destaca
Textos e manchetes da mídia nacional e estrangeira
Para informar nossos ativistas comunitários

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Antes do Começo- texto de Nilton Bonder sobre Simcha Torá

Um dos comentários mais comuns que encontramos em relação ao princípio do Livro de Genesis é a pergunta: e antes? Mesmo a teologia judaica que tem por hábito não querer explicitar a realidade para além dos limites da percepção humana, se pergunta: o que havia antes de "bereshit" (do começo)? Uma forma sagaz de fazer e não fazer esta pergunta ao mesmo tempo é querer interpretar o porque da Torá começar com a letra "beit" (segunda do alfabeto) e não a letra "alef" (a primeira do alfabeto).
A resposta mais sagaz ainda, pois contém além da explicação reminiscências da própria pergunta, diz que a letra "beit" é bastante apropriada para iniciar a Torá pois tem sua grafia quase como um quadrado com tres lados definidos e um em aberto. Os lados fechados bloqueiam o que vem antes, o que há para acima e para baixo. A interpretação é clara: a história é deste ponto para adiante… o que há acima e abaixo do nosso tempo ou da História não nos concerne nem mesmo que veio antes do começo.
No entanto, nós sabemos o que veio antes!
O dia de Simcha Torá é um dia de grande revelação. Não é a toa que os mestres chassídicos chamavam atenção para o fato de que a alegria pode ser a mais importante chave para profundos mistérios. Nós dançamos com a Torá e não nos damos conta, como dançamos também com a vida e não nos damos conta, de que dançar revela muito.

O significado de Simcha Torá

A alegria da lei
Por este preceito somos ordenados a renunciar a toda a produção de nossas terras no ano do Shabat e a permitir que qualquer pessoa recolha tudo o que cresce em nossos campos
Maimônides in Os 613 mandamentos

A festa de Simchat Torá, em português “A alegria da Torá”, é celebrada logo após Sucot, marcando o fim do ciclo anual da leitura do texto sagrado do judaísmo, com a conclusão do livro de Deuteronômio e o reinício da leitura, em Gênesis. A continuidade demonstra que os judeus jamais deixam de fazer a leitura da Torá.
Esse é um dos dias mais alegres do calendário judaico, com serviço religioso festivo na noite da véspera, com danças e músicas animadas. São as hacafot, sete voltas ao redor da bimá, o altar da sinagoga, de onde são dirigidas as orações.
Nas congregações liberais, todos os rolos da Torá são retirados do Aron Hakodesh (a arca sagrada) e as pessoas presentes à festa – homens, mulheres e crianças – podem segurá-los para dançar.